sábado, 8 de outubro de 2011

"...AXtrail series2011 » Trail Running k42 Lousã Portugal..."

...Sábado,08Out.2011, realizei a final do circuito Axtrail/series2011, num excelente "Desafio d`Aventura", enquadrado no circuito Mundial de Trail Running Salomon»K42»Adventure Maraton/series2011, que cumpriu rigorosamente com todas as expectativas, através de mais uma excelente organização e de um soberbo circuito com paisagens incríveis, trilhos técnicos, subidas abruptas, descidas vertiginosas, exigindo-me uma entrega constante em todo o seu percurso de 42km=3500metros de desnível acumulado...
...O Team "Uivosdelobo", realiza a sua alvorada pelas 4h30´e inicia pelas 5h15´a sua deslocação, Portalegre/Lousã (180km), estando pelas 8h00´no secretariado composto pelo simpático e atencioso "Staff » Go Outdoor" para realizar todos os procedimentos relacionados com o Trail Running K42 e Trekking 10km...
...Últimos preparativos pessoais, assinatura de folha de presença na partida, ouvidos afinados com as observações do Briefing, seguindo-se o tiro de inicio d`Aventura pelas 9h30´junto da Câmara municipal da Lousa, percorrendo 1/2 ruas que nos colocam em direcção a um dos principais locais de visita do conselho: o Castelo de Arouce, Ermidas e praia fluvial...
...È neste momento que começa uma longa subida, inicialmente de suave inclinação até á Central Hidroeléctrica, que aos poucos aumenta de desnível, oferecendo em compensação excelentes panorâmicas. Depois de um impressionaste souto, e de um longo troço de trilhos técnicos, surge a Aldeia de Xisto do Candal,  local do 1ª abastecimento/8km e a divisória dos circuitos k42 e k21...
...Aos poucos abandona-se a aldeia por um novo trilho em direcção á Aldeia de Cerdeira. A passagem por esta Aldeia de Xisto adivinha o fim desta longa e penosa subida e depois de um ultimo esforço começa a avistar-se os aerogeradores de Vilarinho e do Trevim (ponto mais alto da Serra da Lousã=1205m)...
...Foi de uma enorme dureza a progressão até a Aldeia de Coentral, sitio do merecido 2º abastecimento/18km, num trekking de nariz no chão devido ás inclinações que fazia utilizar bastões aos que possuem tal equipamento...
...Continuando nesta direcção, o percurso atravessa os limites de Castanheira de Pêra e chega ao monte de Santo António da Neve, com a sua capela e poços de neve, para então se iniciar uma vertiginosa descida até ao Coentral, que rebentava com os joelhos, provocava quedas de costas, mas onde se situava o desejado 3º abastecimento/28km...
...A partir deste local retoma-se a direcção da Lousã, e depois de umas corridas em solo um pouco mais plano, depressa surge uma nova subida, posteriormente compensada pelo trilho que inclina a descer para as Aldeias de Catarredor e Vaqueirinho, que provoca em muitos
locais a substituição do Running pelo Trekking, se sente dor pelo corpo e a mente quer derrotar-me...
...Foi de enorme importância pessoal estas fases de muito sofrimento, onde permaneço completamente só, numa solidão constante em muitos dos km, no meio da montanha, no trilho apenas conduzido pela minha leitura através das fitas Salomon, procurando um equilíbrio físico e mental possível para conseguir transpor lealmente os obstáculos, sentir e provar-me a mim próprio se possuo ou não condições para continuar a praticar, a evoluir, a empreender, a investir em equipamentos e em novos "Desafios" nesta exigente, mas magnifica modalidade que é o Trail Running, praticada por gente dos varios sectores da sociedade, homens e mulheres educados, respeitadores e defensores da natureza, humildes, silenciosos, aventureiros muito duros...
...Prosseguindo na busca da recta final deste k42 na Lousa, o percurso leva-me a passar ainda por mais 3 outras Aldeias do Xisto de rara beleza e com um óptimo enquadramento paisagistico; Talasnal, Casal Novo e Chiqueiro, entrando na vila da Lousã, ouvindo os primeiros incentivos de "força, só mais um pouco, esta quase" por parte dos residentes que permaneciam nas ruas a observar, a minha fatigada passada, o  corpo desgastado, o rosto suado, o olhar concentrado em permanecer no circuito correcto...
...A merecida saudação, de quem ali permanecia, dos participantes finalistas, familiares, amigos, acompanhantes, curiosos, Staff da organização, entidades convidadas, junto do desejado insulflável de chegada da Salomon...
...Objectivo realizado, foi um enorme "Desafio d´Aventura" concluido, o mais exigente em trilhos tecnicos, em acumulado de altimetria, o mais duro fisicamente e psicologicamente, sem a minima preparação, encontrando-me numa pessima forma fisica,  coloco assim este "Desafio" na fasquia mais elevada no meu curriculo pessoal...
...É uma sensação única, um momento inexplicavel, que tem que ser vivido pessoalmente de igual forma como todos os km percorridos, somente compreendida entre os que conseguem cruzar a linha de chegada, o final de um Desafio com a mítica distancia em que os seus kilometros são todos uma incerteza...
...Sem qualquer importância pessoal, pois não sou um desportista de classificações ou tempos cronometrados, registo apenas para constar no futuro, que neste Desafio d´Aventura, AXtrail series/2011 Trail Running Salomon 42km com 3500metros de desnível acumulado, na Lousã/Portugal k42 Adventure Maraton/serie/mondiale/2011, participaram 140 trailers, registando o 1ºGeral, Campeão do Mundo Tófel Castanyer "Salomon Team" c/275´=4h35m58s, tendo eu, Luis Ricardo "Team UivosdeLobo" registado o 67ºGeral e 12º Escalão veteranos I c/484`=8h04m19s, e o ultimo, 107ºGeral c/597´=9h57m40s, ocorrendo 33 desistências/abandonos...
...Por ultimo realizei, alguns alongamentos, banho, hidratação de líquidos e refeição volante com prato de massas, salada, fruta, convívio e troca de opiniões com alguns amigos, assisti a entrega de lembranças, discursos de agradecimentos e promessa que brevemente haverá noticias sobre o circuito do próximo ano...
...Pretendo lá voltar, com um pouco mais de experiência, disponível para continuar a aprender e se possivel muito melhor preparado fisicamente...
...Saudação de despedidas entre aqueles por quem já existe amizade, e um regresso ate Portalegre, fatigado, mas muito satisfeito com este magnifico "teste",  aos quais apelido de apenas; "Desafios d´Aventuras", "Desafios Pessoais"...
...Se fosse fácil, não era para mim... Abraços lfmricardo.

sábado, 10 de setembro de 2011

"...AXtrail/serie2011= 3ºDesafio d`Aventuras..."

...10Set.2011, 15horas para mais um desafio Axtrail Running, aldeia de Benfeita, Arganil, Coimbra, com saída de Portalegre pelas 11horas o "Team Uivosdelobo" viveu o Primeiro Desafio de 227Km/3h10m para encontrar a magnifica Aldeia de Xisto "Benfeita", bem escondida, preservada, limpa e arrumada, linda e enquadrada numa paisagem magnifica que me lembrava ilustrações dos livros lidos na infância...
...Levantamento dos respectivos adereços alusivos ao Trail Running e ao Trekking  com troca de comprimentos entre os simpáticos elementos do Staff da "Go Outtdoor AXtrail" e recolha de informação de qual a forma de saída, a qual possibilitou novo Desafio de 270km/3h30m, num maravilhoso regresso a Portalegre...
...Saudações entre algumas amizades já realizadas com Trailers do circuito Axtrail, troca de observações com os mais experientes, realização de um pequeno aquecimento, assinatura da folha de presenças na partida, informações em Breifing que transmitia a promessa de um puro Trail de apenas 10,5km enganadores, que exigiam alguma atenção e
cautela, sem estradões, mas sim todo ele entre singlatrek muito técnicos, escadarias em xisto, levadas, riachos, cascatas, numa subida íngreme que nos dificultava a respiração, seguida duma difícil descida com pedra solta e socalcos de viragens estreitos, muito bem marcado com fitas Salomon e as placas simbologia do circuito pedestre existente na aldeia...
...Alongamentos, recuperação das pernas com banho na represa de agua límpida e fresca do riacho que atravessa a aldeia, banho em balneário, seguido do lanche convívio com troca de comentários, representado pelo rosto de todos a enorme satisfação, num circuito de puro Trail, todo ele lindo, magnifico, um Desafio inesquecivel...
...O Trekking voltou a ter um guia que acompanha e explica o habitat, as tradições, os costumes das gentes locais, que assim proporciona um bom Desafio entre todos os acompanhantes dos Trailers, realizado no mesmo circuito, mas em sentido oposto ao Trail, com agradáveis incentivos de apoio no local onde ambos os Desafios d´Aventuras se cruzam...
...Registei o 34º Geral/9ºEscalão c/75´=1h15m, tendo o 1ºGeral c/54´e o ultimo 100ºGeral c/161´=2h41m, não existindo desistências ou abandonos...
...Foi mais um bom Desafio d´Aventuras, por locais até então desconhecidos, neste Portugal que me surpreende na sua beleza...
...Venha então o ultimo Desafio deste circuito de 2011 do AXtrail. Um grande abraço...lfmricardo

domingo, 12 de junho de 2011

"...AXtrail/series 2011 = 2º Desafio d´Aventuras..."

...O "Team»»Uivosdelobo.blogsptot.com", saiu de Portalegre, pelas 18h30m de Sabado»11/06/2011, em direcção a Aldeia de Xisto de Alvaiázere, para participação em mais um Running AXtrail»21km/nocturno e Trekking Caminhos do Xisto»10km/nocturno...
...Após alguns enganos e peripécias para localizar o local, lá nos dirigimos junto do secretariado, onde mais uma vez fomos atenciosamente recebidos pelo Staff da "Go Outtdoor", seguido das normais formalidades com dorsal e outros adereços, assinatura folha de presença e o respectivo "Briefing", sublinhando informações úteis sobre o que iríamos percorrer durante ambos os Desafios...
...Apito e Frontal obrigatório, 21h30 inicio para os 113 Aventureiros, num inicio rápido pelos estradões planos da saída de Alvaiázere rumo a primeira grande subida e muito técnica, por autênticos carreiros de cabras da Serra de Alvaiázere, toda ela no seu topo composta de enormes geradores Eólicos, num tremendo vendaval que me impossibilitava de correr e observar em simultâneo a magnifica vista das inúmeras luzes do Município de Alvaiázere...
...Descida técnica, inclinada, perigosa, com muita pedra solta, regos e muita vegetação até ao 1ºAbastecimento liquido(7km), entrando num "Singletrack" cheio de imenso mato e vegetação aberta pelos Sapadores Florestais para que assim se conseguisse passar, sempre num sobe e desce constante, com inclinações e declives perigosos e traiçoeiros chegava ao 2ºAbastecimento liquido/sólidos (16km), seguido de uma rápida mas pequena ligação num estradão, entrava no leito de um ribeiro, apertado entre as profundas margens, coberto de vegetação fechada, num piso de rochas que nas suas cascatas me obrigava a escalar, com partes muito técnicas, numa extensão considerável que me deslumbrava e fazia pensar que jamais imaginaria correr num local como aquele...
...As forças começam a dar sinal na reacção da resposta necessária nas variadas mudanças de ritmo a que os trilhos exigem, a falta por impossibilidade em realizar as minhas voltinhas de Running Longas/lentas como base a resistência física e mental, acrescido do desgaste provocado pelas 10/12 horas de trabalhos duros no meu "Refugio d´Alcateia" servindo como estagio em "Ginásio Natural" estava a apresentar o seu preço a pagar numa factura superada pela experiência que possuo através dos anos em que tenho acumulado inúmeros km nas pernas...
...Sabia que não devia de faltar muito, pois  com o aproximar era notória a claridade da iluminação da localidade, o som do animador junto ao insuflável da chegada era cada vez mais nítido, era somente gerir o ritmo e saborear a felicidade na conclusão de mais um magnifico "Desafio d´Aventura" a que me propus...
...Alongamentos, banho, lanche convívio, troca de opiniões entre participantes e Staff da Go Outtdoor, sobre mais um excelente Trail, mantendo a habitual qualidade e exigencia, simbolo das suas organizações...
...O Trekking Caminhos do Xisto, todo ele muito exigente percorrendo os primeiros 10km do Trail, tendo desta vez um Guia com formação na área da geologia...
...Registei o 31ºGeral/12ºEscalão c/148´=2h28m, sendo o 1ºGeral c/109´=1h49m, o ultimo 108ºGeral c/313´=5h13m e ainda 5 desistências...
...Hora de regressar, chegada a Portalegre perto das 3h30m, restando-me apenas 3h de sono, pois pelas 6h30m estava Alerta, para voltar para o meu "Refugio" e recuperar num estagio de 10h de trabalhos, no tal imaginário "Ginásio Natural". A vida é dura.
...Se não testar o meu limite nunca o descobrirei...
...Seguem-se uns dias de ferias, descanso para recuperação  para os próximos "Desafios" e assim cuidar dos arranhões, das feridas, dos hematomas e inchaço no joelho direito após a estúpida mas valente queda, pela ravina abaixo...
...Boas voltinhas, abraço lfmricardo

domingo, 10 de abril de 2011

"...AXtrail / series2011 = 1º Desafio d`Aventuras..."

  ...A semana passada não foi fácil devido a algumas dores no corpo, falta de energia, tendo mesmo recorrido a uns Ben-u-rons e Vitaminas C, tudo isto talvez provocado pela subida repentina da temperatura associada a alguma falta de cuidado de minha parte. Como tal, apenas realizei 3 voltinhas de Running Cont./lento de 35´/50´...  Mesmo assim, com a recuperação possível, o "Team»»Uivosdelobo.blogspot.com", saiu de Portalegre pelas 6h30m, em direcção a Aldeia do Xisto Ferraria de São João, conselho de Penela, para participação conforme o planeamento de objectivos, no 1ºDesafio d´Aventura integrado no circuito AXtrail/séries2011, composto pelo Running Trail, com um trajecto em linha, numa distancia um pouco superior a 30km e por um Trekking d´Aventura, cultural, interactivo pelos trilhos em redor da aldeia... Percorridos os 145km de viagem, dirigimos até ao secretariado, onde fomos recebidos atenciosamente por elementos do Staff da "Go Outtdoor" seguido dos procedimentos normais de levantamento dorsal e outros adereços alusivos aos Desafios... Embarque para transporte em autocarro para a Foz do Alte, rio Zêzere, conselho de Figueiró dos Vinhos onde seria o inicio do Desafio que atrasou 30´na partida com a justificação do nº de participantes a transportar. Após a colocação de todos, segui-se o "Briefing" sublinhando especial atenção para a temperatura que se iria sentir, os 3 abastecimentos líquidos/sólidos aos 10/20/26km, num trajecto matreiro com desnível de 1330m, de dificuldade progressiva, com classificação dos; 0km » 10km = Nível Médio (Estradão sobe/desce da Foz do Alge, trilhos técnicos das Fragas São Simão)  » 10km » 20km = Nível Médio+ (Singletrack muito técnicos das Aldeias Alem da Ribeira e Azeitão) » 20km » 26km = Nível Elevado (Singletrack Duro pela Ribeira do Cercal e Fragas do Cercal)  » 26km » 30km = Nível Elevado+ (Escalada por Singletrack nas cristas quartzinas do Monte de S. João) » 30km » Meta = descida tecnica, acentuada/perigosa c/ 450m desnível Altimetria... Pessoalmente fiz um Desafio d´Aventura, limitado mas com cautela redobrada, de forma progressiva com o terreno, enquadrando todas as informações obtidas no "Briefing" desde, a altimetria, o acumulado, a distancia, a temperatura e a dificuldade, observando uma paisagem soberba entre trilhos fantásticos de uma beleza inesplicavel... Do meio do Desafio, até ao seu final partilhei  da companhia do Luís Ferreira, que conheci no Trail Conimbriga-Terras de Sicó, e dividimos esforços, pois os objectivos de ambos são idênticos, (participar, divertir,terminar) e assim conjuntamente saboreamos a chegada a meta, com a merecida recompensa de objectivo realizado, mais um Desafio no corpo e  para o curriculum, pois este premio, agora presente depressa faz parte do passado, mas Desafio concluído já ninguém me o retira... Segui-se hidratação, alongamentos, banho, lanche convívio com uma saborosa e merecida sopa de feijão com couve guarnecida de carne, e fevras+entremeada grelhada no carvão com uma broa magnifica, entre conversa de opiniões, sugestões, aprendizagens com companheiros mais experientes nesta modalidade de Running Trail, com dureza e distancias superiores... Subida ao pódio aos primeiros três classificados de cada escalão masculino/feminino, para entrega de prémios simbólicos, pois aqui não existem prémios monetários, afastando assim os "Mamões do atletismo", aqui existem somente Homens e Mulheres Desportistas d´Aventuras na busca de Desafios que possibilitem uma superação pessoal dura e divertida... Passagem pelo Stand da "Salomon",  patrocinador do circuito AXtrail, onde observei os magnificos produtos... De regresso a Portalegre, satisfeitos pelo extraordinário Running Trail e o espectacular Treking, num ambiente fantástico, através de uma boa organização, com um valente "Empeno" no corpo, mas bastante motivados para continuar a praticar diariamente esta magnifica modalidade... Registei o 35ºGeral/10ºEscalão c/244´=4h04m, o 1º Geral c/182´=3h02m, ultimo 132ºGeral c/389´=6h29m e ainda 33 abandonos... "...Se não testar o meu limite, nunca o descobrirei..."  Agora descanso para recuperação, pois que venha o próximo. Sempre a Uivar... Abraços lfmricardo

quinta-feira, 31 de março de 2011

"...Uivo de rescaldo a Março..."

...Realizadas mais 7voltinhas de Running diário, variados em piso ou acumulados de áltimetria, dificuldades ou ritmos e com durações entre 40´até 160´...
...Este meu "Uivo de rescaldo a Março", regista o tempo total de 1762´=29h30 +/- compostas por 26 voltinhas  de Running continuo, completando assim a 1ª fase, com o desenvolvimento de 3 meses de trabalho de base, destinado apenas para desportistas...
...Estou satisfeito, pois iniciei este ciclo, a 01/Jan, com um Running curto lento de 50´ progredindo suavemente mantendo apenas regularidade até aos Running longo lento de 160´, pois, também participei no meu 1ºTrail Conimbriga-Terras de Sicó 30km, também realizei mais uma dádiva benévola de sangue, realizando analises e outros exames médicos necessários...
...Hoje/amanha vou descansar para recuperação, para iniciar uma nova fase de treino, através do método utilizado por maratonistas/ultra-Maratonistas de Running de Trail, substituindo os 7/9 dias seguidos de Running continuo, por realizar  2/3 dias»Running especifico intensidade, 2 dias»Recuperação, 2 dias»Running Continuo longo, tudo isto numa liberdade total enquadrado com a disponibilidade pessoal possível e escutando o meu corpo e mente...
...Ainda não escolhi o modelo, mas futuramente pretendo investir na aquisição de um Monitor/FC, para monitorizar o meu desempenho nas voltinhas diárias em 4 zonas de intensidade indicadas por: Z1»Ritmo Recuperação/Aquecimento, Z2»Ritmo Resistência, Z3»Ritmo Intensos/Progressivo e Z4»Ritmo Competitivo, tudo isto apenas para praticar desportivamente esta modalidade o mais saudável possível... 
...Também participarei como "Desafios d´Aventuras" no circuito completo  do AXtrail»Series/2011, composto por 5/Desafios em 4/fins de semana, pelas Aldeias do Xisto, na busca de divertir-me, superar-me e ganhar maior motivação para continuar a empreender em novas distancias...
...Aplicarei também uma melhor nutrição diária, no sentido de equilibrar melhor o meu actual peso, 78kg para 76/74kg, isto sem deixar de cozinhar e conviver gastronomicamente, pois já sou escravo quanto baste desta sociedade em alguns sectores, pois a vida é Bela, muitos parasitas é que são estorvo impossibilitando de tal beleza, por pequenos instantes...
Bons Running, abraços lfmricardo  

quarta-feira, 23 de março de 2011

"...Uivo com Roger Waters - Pink Floyd..."

...Os anos, meses, semanas e dias passam a uma velocidade certa, sem paragens, transformando o futuro em presente que depressa é passado...
...Desde o meu ultimo "Uivo", passaram 9 dias, vividos entre a minha Alcateia, os meus deveres profissionais e com a realização de mais 9 voltinhas diárias de Running continuo, variado, entre Curtos de 40´até Longos de 150´,estes os meus preferidos...
...Estabeleci definitivamente os objectivos para a participação da "Alcateia»»Uivosdelobo" nos "Desafios d´Aventura/2011" realizando todo o processo de inscrições  para o circuito completo do Running Trail  AXtrail/series2011 e Trekking Caminhos do Xisto/series2011, aguardando apenas pela consulta de medicina desportiva, para enviar atestado de aptidão física/mental...
...Ontem, voltei ao Pavilhão Atlântico,(onde estive a 13Set/2010»Supertramp), para mais uma noite intimista, majestosa com Roger Waters-Pink Floyd que celebra os 31º aniversário do álbum "The Wall" editado em 1979, mas que continua mais actual que nunca de uma vez que nessa época se lutava pelo final da guerra do Vietname e neste momento estamos no meio de guerras no Iraque, Afeganistão e Líbia. "The Wall" tem uma poderosa mensagem anti-guerra, estabelecendo comparações passadas com actuais, numa dedicatória e honrada homenagem a todas as vidas inocentes perdidas nos conflitos... 
..."Boa noite Lisboa" disse Roger Waters, desculpando-se pelo seu Português antes dos acordes de "Mother" o sexto tema da noite, que com o decorrer dos temas era construído um gigantesco muro em palco, escondendo os músicos enquanto servia de tela gigante para projecções que parecia mover-se, desmoronar-se, tomando varias formas...ate ser destruído após os 25 temas que durante 120´/130´ditaram o final do concerto...Foi mais que um concerto perfeito, que só Pink Floyd e Roger Waters conseguem conjugar imagens, cenários, luzes e musica, com tamanha harmonia, transmitindo uma poderosa mensagem, deixando todo o publico consciente, boquiaberta com a grandeza, com o enorme espectáculo que só me fazia acordar do sonho, para aplaudir e cantar em coro temas como; "Another Brick in The Wall" , "Confortably Numb" , "In The Flesh" , "Run Like Hell" entre outros...Arrepiante, encantador, assistir ali bem junto de uma das bandas que me acompanham desde a adolescencia, ouvir os temas ao vivo, os mesmos que me continuem a fazer acreditar ideologia de causas tão necessárias a todos...Assim é extraordinario sentir o tempo a passar por mim, através destes momentos magicos de musica, ou ainda nos momentos de prazer de pratica diária de Running, tudo isto num Pais, em que nada aposta na  Educação Cultural ou Desportortiva...
...Sempre a Uivar, abraço lfmricardo