quinta-feira, 12 de outubro de 2017

"...IIIª EstrlAçor Ultra Trail Endurance 2017..."

(...) 
...EstrelAçor Ultra Trail Endurance, representa  uma fantástica e longa viagem, a qual me propus como objectivo  para 2017, composta por 180km e os seus 8.034m D+ 8.026m D-
acumulando 16.060m Desnível total...
...encontro-me num paciente processo de "Desempenagem", tal não foi o estado em que esta longa viagem me deixou o esqueleto, não tendo conseguindo conquistar o insuflável final, que é sempre um dos meus principais objectivos, sendo obrigado a colocar o meu usado esqueleto num reboque, devido a uma entorse contraída no pé esquerdo, após 32horas de viagem de trilhos, encontrando-me em 4/5 da geral e já não faltavam assim tantos km para concluir...
...foi uma decisão difícil, mas o chassi não aguentou!!!
...inicio por sublinhar o apreço que tenho, sem excepções, entre os mais variados desempenhos, por todos os membros da Associação Desportiva O Mundo da Corrida, seus órgãos sociais, atletas, seus familiares, inúmeros voluntários, compondo num todo uma Nobre equipa, que durante horas, dias, colocaram o seu trabalho e dedicação, sempre com um disponível sorriso, a todos os que optaram por aceitar os Desafios propostos...
...a todos vocês, que foram Enormes, o meu muito Obrigado!!! 
...tentar, será sempre a única forma de certezas...
...todas as minhas oportunas voltinhas diárias de 2017, possuem em simultâneo o gosto pela corrida como forma de manter a mobilidade, o meu bem estar físico/mental, mas também o objectivo de me transportar nesta tão desejada longa viagem, representando as minhas primeiras 100milhas terrestres, 168km, neste caso, acrescidas de um bónus de mais 12km, apenas na serra mais alta de Portugal, a Serra da Estrela, Penhas da Saúde, numa união com a sua irmã, a serra do Açor com a sua emblemática Aldeia do Piodão...
...saí de Portalegre, como sempre na importante companhia da minha Alcateia familiar, Rita e Mari, agrupando com o Amigo Miguel Brito e sua família, tratando de imediato após chegada, do alojamento, num dos Chalés do Hotel Luna Serra da Estrela...
...por lá, fui reencontrando Amigos, realizo formalidades de secretariado com a Margarida Henriques, esta grande senhora, que se entrega e divide entre inúmeros afazeres, com a atenção, eficácia e disponibilidade de sempre... Obrigado Margarida Henriques!!!
...pelas 16h30 assisto ao Breifing pelo esclarecedor Mestre e Amigo, Prof. Eduardo Santos, indo de seguida ultimar pormenores para iniciar esta longa viagem, aguardando pelas 18horas de sexta-feira do dia 06Outubro2017 para dar inicio no desejado Desafio, sem antes ter sido realizada entre todos os presentes, uma merecida homenagem ao atleta do "Minho Aventura" José Silva, recentemente falecido, tendo sido o vencedor da edição de 2016...
...inicio na boa, realizando a primeira ligação em subida de 9km entre as Penhas da Saúde e as Torres da Serra Estrela, onde os da frente foram ganhando distancia, e os da retaguarda deixando de se ver, ficando eu num grupo composto por quatro companheiros ate a primeira Base de Vida em Valezim 44km de aventura...


...de lá sai, continuei, somente eu e o Stevan Pavlovic, representando o único e verdadeiro companheiro desta longa viagem, durante o resto da fresca noite, com quem observei o clarão das chamas devido aos fatídicos incêndios, que continuam a limpar o combustível que o homem não limpa...
...ambos, assistimos ao nascer do dia, avançamos km a km, que nos transportam ate aos ambiciosos postos de abastecimentos, suportando um sol abrasador,  saltamos de pedra em pedra, contemplámos lindas paisagens, subimos, descemos trilhos vertiginosos, intermináveis, que por vezes nos faziam interromper a conversa, conquistámos a segunda Base de Vida na pitoresca aldeia do Piodão 80km de aventura, onde nos alimentamos, trocamos o essencial e voltamos como sempre a receber o carinho, o incentivo de quem por ali prestava o seu generoso voluntariado...
...saímos das Serras do Açor, continuávamos Estrela acima, em direcção a novas dificuldades, atingindo os abastecimentos de Teixeira de Baixo, onde  fomos recebidos de coração cheio  pela incansável Dona Paula, servindo-nos uma saborosa sopa, que nos dá energia para chegarmos a Alvoco, onde voltamos a abastecer e com determinação de final de dia, escalamos os seguintes 6kms verticais em menos de 3h, num sofrimento sem paralelo, num trilho sem piedade, conquistando assim nova passagem pelas torres da Estrela, onde fomos acolhidos como heróis...
...tínhamos entrado na segunda noite, o frio fazia-se sentir de forma abrupta, contrariando o calor do dia, obrigando-nos a correr na busca de energia calórica, tínhamos que manter o corpo quente, entre a atenção redobrada num trajecto classificado de muito difícil que nos levava ate o Covão da Ametade, extremamente técnico, desgastante fisicamente e mentalmente, onde pensei mil coisas, sentindo no massacrado esqueleto que a serra e a organização continuavam sem piedade minha...
...numa progressão lenta, onde as forças, o desgaste provocado por 32horas de aventura, a abordagem aos obstáculos já não era suficiente eficaz e lúcida, contraído uma forte entorse no pé esquerdo, arrastando-me durante não sei que distancia até ao próximo ponto de abastecimento, no qual forçosamente abandono o desafio e a excelente companhia do Stevan Pavlovic que felizmente terminou o Desafio num brilhante 4 lugar da geral... Parabéns Stevan, fiquei super feliz por ti e bastante grato pela mais recente vivência e Amizade!!!
...revoltado contra mim mesmo e de cabeça quente, dou por mim a pensar o porque de me submeter a tanta maldade, sendo preferível realizar apenas a minha voltinha diária, a qual continua a ser a corrida mais importante de todas as corridas!!!
...agora, passados apenas três dias, enquanto recupero com o pé e perna estabilizada, escrevo este meu "Uivo" no qual registo o Desejo em regressar, se possível mais forte na próxima edição ao EstrelAçor Ultra Trail Endurance 2018!!! 
...após todos estes acontecimentos, foi uma importante experiência, concluindo que é nestes Desafios que se conhecem pessoas especiais, sentindo que reúno as condições necessárias para conquistar estas distancias, as quais nas suas variáveis me transmitem motivação na voltinha diária, me trazem conhecimento e crescimento pessoal, e me afastam das desmotivantes corridas de coreto que os tempos me saturaram, retirando-me paciência para todas as suas envolências, pretendendo no futuro somente realizar longas viagens, que entre as suas inúmeras maldades físico/mental, são a minha zona de conforto!!!
...assim, fecha-se um ciclo, abrindo-se em simultâneo um novo ciclo, observando atentamente a conjugação do calendário Desafios 2018, na fantástica oportunidade em representar um novo projecto enquadrado num grupo de Amigos ...ultrAlentejanos...
...tentar, será sempre a única forma de certezas...
...até breve, lfmricardo
(...)

segunda-feira, 1 de maio de 2017

"...mais um ano de Uivos de Lobo... ( 01Maio2010 » 01Maio2017 )..."

 (...a minha "voltinha" diária, continua a ser a mais importante de todas as corridas!!!)
(...)
...articular duas actividades laborais, empregado por conta de outros e trabalhador por conta própria, auxiliar e partilhar vivenciais entre o ceio da minha Alcateia familiar e ainda preparar Ultra Desafios em Trail Running como simples desportista, nem sempre é fácil, exigindo uma organização metódica e de atenções redobradas no oportuno, com lucidez nas escolhas sem desperdícios de tempo...
...com a participação nos 25km do Piodão Trail Running e os 30km do Trail Vila de Alegrete, concluo o Macrociclo de Base, onde todos os acumulados realizados foram livres e generosos, as dificuldades e ritmos foram em lume brando, com praticas gastronómicas descuidadas (inclusive com alguns excessos), mantendo os objectivos de sempre; evitar o sedentarismo e continuar activo, viver no respeito e protecção dos trilhos das montanhas, reencontrar e conviver entre Amigos, divertir-me, e adquirir mais motivação e assim continuar...

...hoje, 01Maio2017, conquisto mais um ano neste meu projecto pessoal UivosdeLobo, iniciando em simultâneo um novo Macrociclo Especifico, articulando objectivos delineados, mantendo os princípios fundamentais, nos quais a minha "voltinha" diária, continua a ser a mais importante de todas as corridas!!!
...haja pernas e mente para ir afinando o esqueleto, e assim no futuro, voltar a partir em mais uma longa viagem...
lfmricardo 
(...)

sábado, 7 de janeiro de 2017

"...tempos novos, novos caminhos..."

(...é preciso que sejam os nossos pés e mente, a marcar o destino...)

(...)
...após as festividades Natalícias, onde parte das pessoas se desfasem entre falsas felicitações, atingimos o final de mais um ano, relegando-o passado, não servindo de nada lamentar as inúmeras horas desperdiçadas a trabalhar, ou outras tantas coisas menos conseguidas, ou ainda invadirmos a nossa mente com os lamentáveis actos de guerra, atentados, desgraças à escala bíblica, dando motivos de sobra para nos perguntarmos que tragédias nos esperam...
(...)
...valorizo cada vez mais o tempo, os simples momentos enquanto realizo a minha "voltinha" diária, acumulando horas e km no esqueleto, sempre em plena liberdade, como também, os inesquecíveis concertos que assisto, as viagens realizadas, os Desafios superados, os Objectivos conquistados e os muitos momentos de vivências na companhia de Boa Gente...

...tempos novos, novos caminhos...
...a idade começa a retirar-me paciência, atribuído-me lucidez para não fazer "fretes" e assim  evitar desperdiçar tempo, este apreciável elemento tantas vezes ignorado por muitos...
...neste novo ano que agora inicia, composto por mais 365 oportunidades, Janeiro é sempre um bom mês, no qual nos sentimos mais energéticos, confiantes, e motivados, sendo a altura certa não só em prosseguir, mas também em recomeçar, renovar experiências, abordando com expectativas novos e ambiciosos projectos...
...entre tudo isto, apenas pretendo continuar a ser um simples e livre desportista, realizando a minha oportuna volta diária, não por ser moda actual, mas sim mantendo o ritual de 25/30 anos, onde aos olhos de muitos, éramos apenas uma mão cheia de loucos, que corriam atrás do nada!!!
...que continue a sentir prazer, divertimento, vontade em colocar este meu usado esqueleto em Ultra Desafios, não para competir com os restantes companheiros de jornada, mas apenas na busca de crescimento e aprendizagem pessoal, numa luta leal com a montanha, descobrindo novos locais, fazendo novas amizades com as suas gentes, observando os seus costumes e tradições, adquirindo motivação em continuar no caminho... 
...que me mantenha distante dos atletas das corridas de coreto, e dos circuitos de mercado oportunista da ATRP/Prozis, suplementos alimentares com promessas de resultados apresentados pelos seus fabricantes, sem possuírem suporte cientifico de instituições credíveis, mas sim quando referenciadas, são baseadas por encomendas pelos próprios...
...que prossiga sim, entre Ultra Desafios referenciados por Amigos de confiança e Organizações de reconhecida qualidade, continuando a realizar uma hidratação e alimentação em quantidade e qualidade, confiando nos alimentos naturais, estes os mais saudáveis e equilibrados,  em simultâneo com o trabalho físico/mental...
...decisões são decisões, possuindo o futuro o resultado destas, realizadas, agora neste presente!!!
...que assim seja, lfmricardo
(...)